Sem Ambulância, Foi Obrigado a Transportar o Corpo Da Mãe De Moto

Imagens de dois homens a transportar uma mulher morta de mota, na Índia, é o reflexo da situação caótica vivida no país devido à segunda vaga da pandemia.

De acordo com o Mirror, os homens serão o filho e o genro da vítima. A mulher, de 50 anos, morreu no hospital pouco tempo depois de ter recebido um diagnóstico positivo à Covid-19.

Segundo reportam alguns meios locais, os dois homens tiveram que transportar o cadáver pelos próprios meios para que este fosse cremado, dado que não havia ambulâncias disponíveis.

As imagens – que poderão ferir a suscetibilidade dos leitores mais sensíveis – são mais uma prova dos relatos que indicam que o país atravessa uma situação caótica, estando os hospitais sobrelotados, havendo falta de oxigénio, e ainda com a alegada criação de crematórios ao ar livre.

Já segue a Desconcertante no Instagram?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO