Homem Abusa Da Paciência De Policias e Agentes São Forçados a Induzir Desmaio Para o Algemar

Um homem de 40 anos entrou numa loja de conveniência de um posto de combustível, comeu, bebeu sem pagar e recusou-se a sair, mesmo sabendo que os funcionários queriam encerrar o estabelecimento situado em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul.

De acordo com o sargento Aldair Rodrigues Coto, os agentes foram chamados pelos funcionários que queriam encerrar o atendimento, mas eram impedidos pelo ”cliente”. “O estabelecimento do posto já estava fechado e o homem entrou depois de saltar a grade de proteção.

Lá, comeu, bebeu algumas cervejas e não quis pagar. Além disso, recusava-se a sair.” Tentámos de todas as maneiras alertá-lo que se retirasse, mas ele não obedeceu. Por isso, foi preso por desobediência”, citou o agente. O vídeo gravado mostra a tentativa de acordo durante longos minutos. “Gravámos a ação para nos resguardar”, justificou o sargento.

As imagens revelam como o homem resiste e continua a enfrentar os militares que só conseguem imobilizá-lo após praticarem a técnica de estrangulamento, que não é letal e faz a pessoa perder a consciência por alguns segundos. Segundo o militar ele agiu conforme a necessidade da situação. “Não era preciso usarmos arma de fogo, nem de choque. Era uma questão de imobilização com uso da força”.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO