Antigo Jogador Do Manchester United Vira Padre Por Estar Farto De Dinheiro e Mulheres

Um antigo jogador do Manchester United, entre outros clubes, foi ordenado padre da Igreja Católica por estar farto da vida de luxo que normalmente é destinada aos futebolistas de topo.

“Não gostava do aparato de ser futebolista – o dinheiro, as discotecas e a atenção das mulheres. Foi bom durante algum tempo, mas quando cheguei perto dos 30 anos comecei a sentir-me insatisfeito.

Adorava jogar, adorava treinar. O estilo de vida dava-me prazer, mas não permanente”, explicou Phil Mulryne, em entrevista ao jornal The Times.

Antigo Jogador Do Manchester United Vira Padre Por Estar Farto De Dinheiro e Mulheres 1

O norte-irlandês, atualmente com 39 anos e 27 vezes internacional, chegou a partilhar balneário com David Beckham, Paul Scholes e Ryan Giggs entre 1996 e 99 e representou o Manchester United em cinco ocasiões. Depois, passou mais seis temporadas no Norwich, clube pelo qual disputou quase 200 jogos.

“Comprava três ou quatro carros por ano, porque estava aborrecido e queria sempre mais. Era a mesma coisa com roupas e casas. Comecei a questionar-me ‘Porque é que estou a fazer isto?’. Basicamente, a resposta era que nada era suficiente”, explicou.

Antigo Jogador Do Manchester United Vira Padre Por Estar Farto De Dinheiro e Mulheres 2

Mulryne deixou de jogar em 2009, regressou à Irlanda do Norte durante um ano e acabou por não voltar ao futebol. “Comecei a sentir que havia um vazio na forma como vivia a minha vida”, acrescentou.

Naquele ano, descobriu “a verdadeira vocação e a Fé”. “A partir desse momento, não podia regressar ao futebol”, concluiu.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO