Vídeo De Mulher a Treinar Em Fato Justo Obriga Ginásio a Fechar Em Riade

As autoridades sauditas do desporto mandaram encerrar um centro de fitness para mulheres em Riade, na Arábia Saudita. Em causa está um vídeo promocional onde aparecia uma mulher com roupa de desporto justa ao corpo.

“Não vamos tolerar isto”, disse o responsável da autoridade Turki al-Sheikh num tweet, depois de ordenar que a licença do centro fosse revogada.

O conselheiro do princípe Mohammed bin Salman pediu também às autoridades para investigarem e processarem quem estiver por trás do vídeo.

As imagens que começaram a circular nas redes sociais mostram uma mulher de cabelo solto, no que aparenta ser um ginásio, a fazer várias atividades desportivas. Mas, segundo as autoridades do desporto sauditas, o vídeo contém cenas que podem corromper a moral pública.

O assessor de imprensa da realeza elogiou a resposta rápida das autoridades, afirmando no Twitter que o reino está no caminho da “moderação, mas sem o colapso da moral”.

Na Arábia Saudita, as mulheres são obrigadas a usar abayas largas que lhes cubram o corpo e em algumas das zonas ultra-conservadoras do reino tem também têm de cobrir o cabelo em público.

Nos últimos tempos, o país tem sofrido um pequeno impulso de libertação para as mulheres, deixando que pela primeira vez possam entrar em estádios desportivos e que possam conduzir a partir de junho deste ano. No entanto, ainda é requerido que peçam permissão a um responsável masculino, normalmente um pai, marido ou irmão, para poderem estudar, trabalhar ou viajar.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO