Vencedor Da Meia-Maratona De Pequim Investigado Após Final De Prova Misterioso

O atleta chinês He Jie conquistou a vitória na recente meia-maratona de Pequim, mas acabou por levantar questões sobre a integridade desportiva. He Jie, atual detentor do recorde nacional de maratona na China, cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, porém, um vídeo dos momentos finais da prova revelou um gesto incomum por parte de outros atletas. Enquanto um trio de atletas liderava a corrida, eles abrandaram e, aparentemente, deram espaço para He Jie ultrapassá-los e vencer.

O vídeo gerou debate sobre a legitimidade da vitória, especialmente quando se considera que He Jie terminou a corrida apenas um segundo à frente dos três corredores que o precediam. A situação levantou suspeitas sobre se a corrida foi genuinamente competitiva ou se foi orquestrada para favorecer o atleta chinês.

Após o evento, o corredor queniano Willy Mnangat inicialmente afirmou que permitiu a vitória de He Jie por amizade, mas posteriormente alegou que ele e outros atletas foram contratados como lebres para ajudar He Jie a bater o recorde nacional, um objetivo que não foi alcançado.

Como resposta às preocupações levantadas, a organização do evento e a World Athletics anunciaram o início de uma investigação sobre o incidente. Enquanto isso, a empresa patrocinadora do evento, Xtep, afirmou que está a verificar a situação e prometeu fornecer mais informações assim que possível.

Já segue a Desconcertante no Instagram?