Trump Oferece Banquete De “Fast-Food De Luxo” a Atletas Na Casa Branca

Em época de “shutdown” – paralisação parcial de serviços federais nos EUA -, a própria Casa Branca parece ter sido dada a improvisos.

Todos os anos, o presidente dos Estados Unidos recebe a equipa de futebol americano universitária que se sagrou campeã. Este ano a honra coube aos Clemson Tigers, que foram recebidos na última segunda-feira na Casa Branca. Mas o banquete que os jovens atletas receberam foi bem diferente do habitual.

Com menos staff do que o habitual – o tal “shutdown” causado precisamente pela querela que Trump mantém con o Congresso -, foi o próprio presidente norte-americano quem pagou a refeição.

A refeição consistiu numa série de hamburgueres da McDonald’s e Burger King, pizzas da Domino’s e outras “iguarias” da fast-food.

O cenário é um curioso ambiente formal, com centros de mesa luxuosos com velas, devidamente acesos, tudo para mesas cheias de hamburgueres e pizzas.

Sarah Huckabee Sanders, a porta-voz do presidente, culpou os democratas pelo “shutdown” e revelou que Trump pagou tudo do próprio bolso. Aos repórteres, ainda antes da chegada dos atletas, Trump, um adepto conhecido de fast-food, gabou-se que era tudo “boa comida americana”.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO