Soldados Ucranianos Casam-se Em Plena Guerra

Em plena guerra, dois soldados ucranianos decidiram dar o nó e foram os protagonistas de um momento de esperança entre o terror vivido nos últimos dias na Ucrânia.

De acordo com o Washington Post, Lesya Filimonova e Valeriy Filimonov, casal que se voluntariou para defender o país após a invasão russa, casaram-se este domingo, em Kyiv, rodeados por soldados armados e jornalistas que quiseram presenciar o momento.

O vestido branco e o fato deram lugar ao uniforme militar, mas a noiva teve direito a um véu e não faltou música na cerimónia, graças ao músico ucraniano Taras Mpanichenko.

Antes da guerra, Lesya era chefe de uma organização de escoteiros e Valeriy liderava uma empresa de tecnologia de informação. Tal como muitos outros civis ucranianos, após o início da invasão russa, o casal juntou-se às forças armadas.

O casamento ortodoxo ocorreu num terreno junto a uma estrada movimentada e foi a primeira vez que o casal se viu desde que a guerra começou, no final de fevereiro. A filha de ambos, de 18 anos, assistiu ao momento através de uma videochamada. No final da cerimónia, e substituindo a tradição de colocar uma coroa na cabeça da noiva, Lesya recebeu um capacete militar.

“Aqui [em Kyiv] temos tudo o que amamos e temos que defendê-lo. Não temos intenção de entregá-lo ao inimigo”, disse Lesya, citada pelo mesmo jornal.

Houve ainda direito a presentes, como uma chaleira elétrica ou uma panela de pressão, e, no final da cerimónia, os convidados, que seguravam armas numa mão e rosas noutra, cantaram o hino nacional e entregaram as flores à noiva, para que esta tivesse um buquê.

Já segue a Desconcertante no Instagram?