Polícia Achou Que Ia Parar Um Carro, Mas Acabou a Fazer Um Parto

Dois agentes da patrulha de trânsito do estado norte-americano da Florida pensavam que iam fazer uma operação stop de rotina durante a madrugada de terça-feira. Mas acabou por se revelar uma operação stop muito insólita.

Pouco depois das 2h, hora local, Michael Allen e Pete Christie viram um SUV a acelerar numa autoestrada. Mandaram o veículo parar e o condutor pôr de imediato as mãos de fora a chamar para que se aproximassem. Quando chegaram à janela perceberam que a mulher do condutor estava em trabalho de parto.

A passageira estava a ter contrações com cinco minutos de intervalo, segundo a CNN que teve acesso ao relatório do incidente, mas à medida que os agentes esperavam com o casal por uma ambulância a condição da mulher piorou. Perceberam depois que além disso havia problemas de rede com os rádios e que não conseguiam confirmar se a ambulância estava a caminho.

Foi nesse momento que decidiram passar à ação. “Abordei a mulher e observei que a cabeça do bebé estava a emergir”, escreveu o agente Allen, descrevendo que “estava a ver a cor do bebé e possíveis problemas com o cordão umbilical quando o bebé rapidamente saiu por completo”.

O pai do bebé segurou-o e passou-o a Allen, que lhe bateu nas costas para que começasse a respirar sem esforço. A mãe e o bebé foram depois transportados para o hospital e o pai e a irmã mais velha seguiram a ambulância.

A Florida Highway Patrol confirmou que a família está bem e que não foi emitida nenhuma multa ao condutor.

Já segue a Desconcertante no Instagram?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO