“Podia Estar Morta”: Grupo Faz Com Que Mulher Caia Na Linha De Comboio

A polícia nacional irlandesa está a investigar um “caso de agressão” que ocorreu em abril na estação de comboios de Howth Junction, no norte de Dublin, onde uma mulher caiu nos carris, por entre o espaço entre o comboio parado e a plataforma. O caso deu origem a uma onda de revolta para com a violência machista.

As imagens das câmaras de vigilância da estação foram divulgadas e mostram como decorreu o incidente, que remonta a 1 de abril.

Um grupo de jovens, que parece estar a tentar embarcar no comboio, mas sem sucesso, começa a acossar as várias mulheres que se aproximam para tentar entrar na composição.

Um deles chega a tentar dar um pontapé na cara de uma das jovens, outro faz aproximações físicas ameaçadoras. Um outro que estava de bicicleta empurra a roda da frente contra uma jovem, que perde o equilíbrio e desaparece no espaço entre o comboio e a plataforma.

Um dos rapazes coloca as mãos na cabeça e fica a ver, outros fogem do local, enquanto algumas das pessoas presentes se apressam a prestar assistência à mulher. Sublinhe-se que, durante todo este tempo, um assistente de linha está presente no local.

A jovem, que tem apenas 17 anos de idade, acabou por ser retirada da linha em segurança. O pai já falou à imprensa sobre o incidente. “Ela podia ter sido morta”, disse, agradecendo aos cidadãos que a ajudaram.

Já segue a Desconcertante no Instagram?