VIDEO: Pai Ferido Quando Protegia Os Seus Filhos de um Tiroteio Acaba Despedido

Um americano perdeu o seu trabalho nas duas empresas onde trabalhava porque os ferimentos que sofreu a tentar proteger os seus filhos durante um tiroteio o impedem de realizar os trabalhos que desempenhava em ambas.

Anthony Jefferson, 39 anos, encontrava-se num concessionário de automóveis da cidade de Nova York com os seus três filhos pequenos quando ocorreu uma tentativa de assalto seguido de tiroteio, no dia 21 de setembro passado.

Durante o assalto, três assaltantes realizaram um total de 14 disparos contra o estabelecimento, no qual Jefferson não hesitou em saltar sobre os seus filhos para protegê-los das balas.

Como resultado do tiroteio, o pai levou três tiros, dois nas botas e um na coxa direita. Apesar dos ferimentos não colocar em risco a sua vida, impedem-no de desempenhar as suas funções como pintor em numa empresa de manutenção e como construtor noutra companhia, motivo pelo qual foi despedido de ambas, assegurou a esposa da vítima.

“Devido à sua lesão, Anthony perdeu o seu trabalho e tem que se submeter a uma cirurgia para extrair a bala que continua alojada na sua perna”, escreveu Serena Wingate, uma amiga próxima a Jefferson, que começou a arrecadar fundos através da GoFundMe para ajudar o heroico pai com as suas faturas médicas e os seus filhos com a terapia. Que acabaram por ficar traumatizados.

Até o momento, a campanha iniciada em 24 de setembro arrecadou mais de 8.500 doações com um total de 292.490 dólares, superando amplamente o objetivo inicial de arrecadar 24.100 dólares.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO