O Momento Em Que Pai e Filha Se Reencontram Depois Dela Lhe Doar 65% Do Seu Fígado

Em maio deste ano, Richard Burdge, de 62 anos, foi diagnosticado com cancro e os médicos informaram que a única forma de sobreviver era com um transplante de fígado. O seu estado exigia uma luta contra o tempo, pois nos Estados Unidos mais de 16 mil pessoas precisam de um transplante de fígado todos os anos e só havia cerca de 6 mil órgãos disponíveis.

A família decidiu que a solução para Richard viver era encontrar um dador, que viria a ser Tiffany, a sua filha de 30 anos. Ela devolveu-lhe a vida ao doar 65% do seu fígado.

“Quando o meu pai teve o seu diagnóstico, a minha família fez panfletos e espalhou a noticia por e-mail e Facebook, de que precisávamos de um dador. Tivemos alguns amigos e familiares que tentaram ser os dadores, mas nenhum foi capaz de passar por todo o processo de qualificação, pelos mais variados motivos. O meu irmão não tinha o mesmo tipo de sangue que o meu pai, e a minha irmã foi fazer o teste, mas como queríamos que ela fosse a cuidadora do meu pai, decidimos que ela não seria a opção certa”, contou Tiffany, revelando que inicialmente não conseguiu realizar os testes porque tinha acabado de ser mãe.

Apesar dos receios, uma vez que tem três filhos pequenos, Tiffany avançou para a cirurgia com o objetivo de salvar o pai, cujo tumor não parava de crescer. A cirurgia realizou-se no Columbia Presbyterian Hospital, em Nova Iorque, e os médicos removeram 65% do fígado de Tifanny.

O momento em que ambos se reencontraram depois das intervenções tornou-se viral nas redes sociais, com ambos a não conseguir conter as lágrimas.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO