Momento Angustiante Em Que Um Avião De Passageiros Foi Forçado a Aterrar Num Campo De Milho

O A321 da Ural Airlines tinha descolado do Aeroporto de Zhukovsky, em Moscovo, e seguia para Simferopol, na Crimeia, com 226 passageiros e sete tripulantes a bordo. Mas na altura da descolagem, colidiu com um bando de aves, que sugado pelos motores, fez com que estes se desligassem repentinamente.

Quando o primeiro motor do avião de 77 toneladas se desligou, o piloto Damir Yusupov pensou que ainda teria tempo de voltar ao aeroporto.

“Quando vimos que o segundo também estava a perder força, apesar de todos os nossos esforços, o avião começou a perder altitude”, disse Yusupov. “Mudei de ideias várias vezes, porque estava a planear ganhar altitude. Planeava atingir uma certa altitude, manter o avião, e descobrir a falha do motor, tomar a decisão correta e resolver tudo. Mas não houve tempo para isso”, acrescentou o piloto.

O capitão Yusupov e o seu copiloto, Georgi Murzin, conseguiram parar o abastecimento de combustível para os motores, manter a altitude – de 243 metros – do avião e aterrar num campo de milho sem baixar o trem de aterragem, evitando o risco de que os detritos voadores rompessem os tanques de combustível do avião.

Os pilotos russos, que conseguiram pousar o avião da Airbus sem causar nenhum ferimento grave às 233 pessoas a bordo, estão a ser proclamados heróis pelo país.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO