VIDEO: Médico Que Testa Covid-19 a Sem-Abrigo Foi Algemado à Frente Da Família

Os Estados Unidos foram palco de um caso polémico que nos últimos dias. Um médico de Miami que tem estado a fazer testes de Covid-19 a sem-abrigo foi detido por alguns minutos.

Tudo aconteceu junto à casa de Armen Henderson. A polícia diz que o médico foi questionado pelas autoridades por causa do lixo que estava no meio da via pública, e que até já tinha sido alvo de queixas por parte dos vizinhos, mas o profissional de saúde alegou que tudo se tratou de um caso de racismo.

“Se eu fosse uma pessoa de pele mais clara ou branca, apenas a fazer a mesma coisa, não acredito que o polícia me tivesse abordado. A natureza da abordagem é que me preocupa”, afirmou Armen Henderson, citado pela CNN.

Nas imagens pode ver-se que Armen Henderson estava a carregar uma carrinha com o que ele diz serem tendas que depois seriam distribuídas pelos sem-abrigo no centro de Miami.

Ao passar ao lado do veículo, um carro de patrulha depara-se com a situação e o médico é questionado sobre o porquê de ter lixo no quintal, algo que já tinha sido denunciado pelos vizinhos.

O agente acaba por sair do carro e pede a identificação ao profissional de saúde. Henderson diz não a ter consigo e o polícia algema-o. Uma situação presenciada pela mulher e os filhos do médico que estavam dentro de casa.

“De repente, o polícia colocou o dedo na minha cara, e começou a gritar comigo: ‘Você chamar-me de senhor, chame-me de sargento'”, disse Henderson. “Foi muito humilhante.” Foi então que a mulher de Henderson mostrou a identificação ao polícia que acabou por libertar o médico.

Mas Henderson acabou por apresentar, ainda no mesmo dia, queixa contra o polícia, afirmando que o mesmo colocou em causa a sua saúde por não respeitar a distância social. “Ele colocou-me em perigo. Colocou o meu trabalho em risco, as pessoas que eu amo em risco e os meus pacientes também”, sublinhou.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO