Mãe e Tia-Avó Investigadas Após Divulgação De Vídeo Em Que Menino Deficiente Come Ração Para Cães

As imagens mostram uma criança deficiente de apenas 2 anos deitada no chão enquanto come a ração da tigela de um cão. O incidente ocorreu em Trindade, Goiás.

A Polícia Civil de Goiás suspeita de maus tratos e vai investigar tanto mãe quanto a tia-avó. O menino é deficiente e não consegue andar.

A tia-avó materna e a mãe foram denunciadas pela avó paterna do menino. Em depoimento à polícia, ela contou que estava a ver televisão quando recebeu uma mensagem da tia-avó que dizia: “Vem fazer almoço para mim vovó! Estou tendo que improvisar um lanchinho”.

“Aquilo não foi uma brincadeira. Ela humilhou, expôs o meu neto. Se para ela é uma coisa pra rir, para mim não é. O que ela fez coloca a vida do meu neto em risco”, afirmou.

Os familiares da criança, no entanto, acham que a mulher só denunciou o caso por “maldade”.

“Estávamos lavando a casa e mudando algumas cadeiras de lugar. Quando olhámos o menino, ele estava pegando a ração. Achei engraçado, morri de rir e fui filmar. Mandei para algumas pessoas, só da família. Era uma brincadeira, mas que a avó paterna dele tirou de contexto de maneira maldosa e denunciou para a polícia”, relatou a tia-avó, de 42 anos, que gravou o vídeo.

A mãe, de apenas 19 anos, é estudante de enfermagem e também disse que ele não chegou a comer a ração, pois só consegue comer coisas pastosas. A versão foi desmentida pela avó paterna, que disse que na casa dela o neto alimenta-se normalmente e que, inclusive, passou mal após ingerir a ração.

Os pais da criança estão separados há três meses mas, mesmo assim, o pai, de 22 anos, também acredita que a atitude da mãe dele tenha sido feita com intenção de prejudicar a família da ex-mulher.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO