Lutador De MMA Fica Inconsciente Com Estrangulamento, Juiz Não Vê e Equipa Invade Combate Para Socorrer

Uma situação no mínimo insólita aconteceu durante uma luta de MMA na cidade de Capanema, no Estado do Pará. Durante a segunda edição do CFC (Capanema Fight Championship), a equipa do atleta Caio Robson Silva, o “Paturi”, invadiu o combate para evitar uma possível tragédia.

Isto porque Paturi “apagou” após sofrer um estrangulamento conhecido como guilhotina, aplicado por Silmair Nunes, o “Sombra”.

O problema foi que o árbitro não percebeu o desmaio de Paturi e, por causa disso, não parou o confronto.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO