Imagens Impressionantes Mostram o Desespero Vivido Durante a Erupção De Vulcão Na Guatemala

Pelo menos 62 pessoas morreram na Guatemala, na sequência da erupção do vulcão Fuego, este domingo, a cerca de 40 km da Cidade da Guatemala, a capital do país. Segundo a Reuters, há três crianças entre os mortos — cujo número poderá vir a aumentar — e existem centenas de feridos.

A cidade de El Rodeo foi uma das mais afectadas, com rios de lava a invadir a localidade, destruindo casas à sua passagem e fazendo com que muitos ficassem impossibilitados de escapar. Mais de 3100 pessoas foram retiradas do local. “Nem toda a gente escapou, penso que ficaram enterrados”, contou Consuelo Hernandez, uma mulher com a cara coberta de cinza que fugia das torrentes de lava.

Num primeiro momento o balanço de morto ficou nos 25, mas o Instituto Nacional de Ciências Forenses, citado pela Associated Press, revelou na tarde desta segunda-feira que o número aumentou para 62.

As autoridades informaram que se registou uma nova explosão que levou a mais um fluxo piroclástico já na manhã desta segunda-feira o que obrigou a evacuar mais pessoas.

O Fuego é um dos vulcões de maior actividade na América Latina. Já tinha entrado em erupção em Fevereiro deste ano com as cinzas a chegarem a uma altura de 1,7 km. Em 1974, uma erupção de grandes dimensões destruiu várias quintas e produções agrícolas nas redondezas, mas não se registaram vítimas.

A erupção deste domingo é apenas comparável à de uma ocorrida em 1902, em que milhares de pessoas morreram.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO