Hackers Mais Procurados Do Mundo Vivem Como Milionários Na Rússia

Após anos de ataques virtuais sem precedentes, um esforço internacional está em curso para combater a ação de hackers.

Quadrilhas cibernéticas estão a ser presas em diversos lugares do planeta. Contudo, na Rússia, alguns dos acusados de serem os piores criminosos do mundo virtual encontram a liberdade e a segurança que necessitam, já que o país historicamente ignora as acusações e protege os supostos hackers.

Neste vídeo, o repórter da BBC para assuntos cibernéticos, Joe Tidy, vai ao país governado por Vladimir Putin e tenta localizar os hackers mais procurados do mundo.

Alguns deles vivem como milionários, sem se preocuparem com a possibilidade de serem presos, já que lá se sentem protegidos. Mas forças de segurança do Ocidente querem encontrá-los para responsabilizá-los pelos crimes dos quais são acusados.

 
Foram divulgadas algumas fotos e vídeos do estilo de vida luxuosa do grupo Evil Corp, aquele a que as autoridades consideram como “o grupo do crime cibernético mais prejudicial do mundo”. Numa das fotos surge Maksim, de 32 anos, com o seu Lamborghini Huracan a falar com um polícia russo, precisamente aquele que as autoridades internacionais mais tentam capturar, contudo não será fácil enquanto ele não sair do país.

 

Já segue a Desconcertante no Instagram?