Covid-19: OMS Partilhou Guia Para Pessoas Que Vivem Com Alguém Infetado

Como nem todos os infetados necessitam de estar hospitalizados, a Organização Mundial de Saúde partilhou uma lista de medidas a seguir pelas pessoas que vivem com pessoas infetadas com o novo coronavírus.

Quando os profissionais de saúde aconselham a ficar em isolamento social em casa, existem várias medidas que devem ser tomadas, tanto pelo infetado, como pela pessoa com quem divide a casa (por falta de opção para abandonar a residência).

No caso de estar infetado e isolado em casa ou de ser o cuidador de alguém com Covid-19 deve tomar as seguintes precauções:

Se está infetado:

– Deve instalar-se num quarto bem ventilado, com as janelas abertas e uma porta aberta.

– Limitar os movimentos dentro de casa e reduzir ao mínimo os espaços partilhados pela restante família, por exemplo a cozinha e o WC, garantindo que são espaços bem ventilados (janelas abertas).

– Os lençóis, toalhas, pratos e talheres utilizados não devem ser partilhados com outras pessoas.

Se estiver a dividir casa com uma pessoa infetada:

– Se possível, os restantes habitantes dessa casa devem mudar temporariamente de residência. Se não for possível, devem manter uma distância pessoal do infetado de pelo menos um metro, dormir em camas separadas, de preferência em divisões diferentes.

– Limitar o número de cuidadores, de preferência uma só pessoa que seja saudável e não tenha doenças crónicas que afetem o seu sistema imunitário.

– Não permitir a entrada de visitas em casa até que o infetado recupere totalmente e não apresente qualquer sintoma.

– Aplicar medidas de higiene das mãos depois de qualquer contacto com o infetado ou com objetos no espaço em que o doente se move. Por exemplo, antes e depois de preparar comida na cozinha e depois de usar o WC.

– Depois de bem lavadas as mãos com água e sabão ou gel desinfetante, deve secar as mãos com papel que possa descartar imediatamente. Se usar toalhas têxtil, deve mudar assim que fiquem húmidas.

– Quando na mesma divisão que o paciente, o cuidador deve utilizar uma máscara bem ajustada à boca e nariz, evitando tocar na sua parte frontal. Essa máscara deve ser descartada assim que se afastarem para divisões diferentes e o cuidador deve lavar bem as mãos.

– Convém limpar todos os dias a divisão em que o infetado passa mais tempo. Desinfetar a mobília, como a mesinha de cabeceira, a cama e outros móveis no quarto, com qualquer detergente doméstico e depois aplicar lixívia ou desinfetante com álcool.

– O WC e a sanita devem ser sujeitos à mesma limpeza e desinfetados pelo menos uma vez por dia.

– Não deve sacudir a roupa suja do infetado nem as toalhas e lençóis por ele utilizadas. Convém colocar toda a roupa imediatamente na máquina de lavar num programa entre os 60 e 90 graus. Depois de lavada, deixe secar completamente.

– Para manusear a roupa suja, o cuidador deve utilizar luvas e roupa de proteção.

– O cuidador deve evitar usar objetos presentes no ambiente do paciente infetado (por exemplo, escovas de dentes não devem ser partilhadas, cigarros, pratos e talheres, bebidas, toalhas, esponjas, roupa de cama).

– A pessoa que esteja em contacto com uma pessoa infetada deve estar atenta ao seu estado de saúde e contactar as autoridades no caso de começar a sentir algum dos sintomas.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO