Como Funciona o Catalisador De Um Automóvel?

O catalisador está presente em praticamente todos os veículos a motor mas sabe para que serve? Os amigos da Goodyear explicam.

Ora bem, para começar, o catalisador de um veículo é um elemento localizado na saída de gases do escape. A sua função principal é “limpar” os gases antes de saírem para o exterior para minimizar a poluição. O catalisador é, assim, uma peça chave nos veículos há muito anos já que contribui para diminuir o impacto das emissões dos automóveis com motor de combustão.

Os catalisadores cumprem a sua função filtradora de gases através de uma reação química entre os gases a altas temperaturas. Transforma os hidrocarburantes (HC) em vapor de água e o monóxido de carbono (CO) em dióxido de carbono (CO2). É uma peça fundamental e cada vez são mais os automóveis equipados com catalisadores com sistema SCR, uma tipologia que é ainda mais eficiente na depuração dos gases mediante a administração de AdBlue, uma solução de uréia.

Este componente é também conhecido como conversor catalítico: está colocado no interior de uma cavidade de aço inoxidável composta por muitas mini-células catalíticas e é por estas células que passam os gases do escape. As células são extremamente finas e atomizadas e se fossem esticadas teriam uma extensão equivalente a vários campos de futebol. O catalisador é uma espécie de colmeia cerâmica coberta por uma capa protetora contra golpes.

O catalisador está colocado entre o tubo de escape e o silenciador traseiro e normalmente é feito de platina e paládio. Dada a qualidade e valor dos materiais, estes componentes são caros e são, tradicionalmente, um alvo dos ladrões. Muitos amigos do alheio dedicam-se exclusivamente a roubar os catalisadores dos automóveis.

O que nunca podemos ver é um catalisador ativamente a funcionar… mas o youtuber Warped Perception foi até à oficina dar um jeitinho nisso! O resultado são imagens incríveis.

Já segue a Desconcertante no Instagram?