Chef De Cozinha Recusou-se a Preparar Lagosta Rara e Esta Acabou No Zoológico

Um chef de cozinha, de um restaurante em Ohio, nos Estados Unidos, recusou-se a cozinhar uma rara lagosta de casca azul. A cor deve-se a uma anomalia genética que estimula o crustáceo a produzir uma certa proteína em quantidade excessiva.

De acordo com os especialistas apenas uma em cada dois milhões de lagostas é azul.

A lagosta ganhou uma nova oportunidade de viver e foi enviada para o jardim zoológico de Akron, onde acabou por se juntar a outros animais da mesma espécie. Quando chegou ao aquário, o animal foi apelidado de Clawde.

Mesmo sendo rara esta lagosta não é a mais difícil de ser vista, pois existe uma chamada albina ou cristal, cuja casca não tem cor. A probabilidade de encontrar uma lagosta destas é de uma em 100 milhões.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO