Campanha Contra o Tabagismo Gera Polémica, Deputada Socialista Considera Vídeo “Inadmissível”

A nova campanha de luta contra o tabagismo da Direção Geral da Saúde está a gerar alguma polémica.

O vídeo da curta-metragem foi apresentado ontem e mostra o caso de uma jovem mãe com cancro do pulmão que, em fase terminal, continua a fumar.

A deputada socialista Isabel Moreira diz que o vídeo é “inadmissível”. “Espero que o Ministério da Saúde retire a campanha, que é uma campanha misógina e culpabilizante das mulheres”, declarou à agência Lusa.

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, participou na apresentação da antestreia da curta-metragem ‘Opte Por Amar Mais’ de André Badalo, que dará corpo a uma nova campanha da luta contra o tabagismo, desenvolvida pela Direção-Geral da Saúde.

Esta campanha, protagonizada pela atriz Paula Neves, foi idealizada por duas jovens de 18 anos, alunas da Escola Profissional de Artes, Tecnologias e Desporto, e tem por base os números mais recentes sobre o consumo de tabaco.

Segundo o documento, o último relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo veio confirmar que os homens portugueses estão a fumar menos, em contraciclo com o grupo das mulheres, onde se tem assistido a um preocupante aumento do consumo.

Assista ao video da campanha:

DEIXE O SEU COMENTÁRIO