Audi e Airbus Criam “Dois Em Um” Que é Carro e Helicóptero

Este projeto designado Pop.Up é liderado pela Italdesign, e conta com o apoio da Audi e Airbus para criar um conceito que junta viagens terrestres a aéreas. Uma interessante solução que pretende reduzir os engarrafamentos e reduzir a poluição nas cidades.

Habitualmente quando se fala de viagens intermodais, os conceitos passam pela associação entre automóveis e os designados meios de transporte ‘last mille’, como trotinetes e bicicletas elétricas para a parte final dos trajetos em ambiente urbano. Mas agora a Italdesign, Audi e Airbus mostram uma nova abordagem a esta realidade, que junta mobilidade vertical e horizontal. Esta é a solução preconizada pelo Pop.Up, uma cápsula para dois passageiros que pode ser acoplada a uma plataforma para funcionar como automóvel ou, em alternativa, estar ligado a um sistema de rotores no topo para fazer viagens pelo ar.

A ideia passa do Pop.Up que junta Audi e Airbus é principalmente reduzir os congestionamentos, já que permite optar pelo local para fazer os trajetos. Mas este é também um conceito ecológico, pois recorre apenas a motores elétricos para se mover por terra ou por ar. E igualmente mais seguro, pois contempla apenas a condução autónoma. Outro dos destaques está na forma como a própria cápsula procura ser base para uma nova interação homem-máquina, contando com um grande ecrã de 49’’ (124,5cm) e ainda com capacidade para receber comandos vocais, fazer reconhecimento facial e seguir o movimento ocular.

A Italdesign concebeu o projeto original do Pop.Up em 2017. Agora, com a Audi e Airbus, apresenta a evolução desta cápsula ultraligeira integrando o know-how de duas especialistas nas viagens por terra e por ar. A marca dos quatro anéis está focada nas áreas da automação, para a condução autónoma, e ainda nas tecnologias de baterias. A Airbus foca-se nas viagens aéreas e no sistema de acoplamento da cápsula, uma solução fabricada em titânio com três pontos de tranca rotativos e onde os sensores e alinhamento necessários para essa simbiose foram igualmente focados.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO