Assustadora Queda No Tour Feminino: Marta Cavalli Atingida Por Adversária a Alta Velocidade

A etapa 2 do Tour feminino ficou marcada por uma violenta queda a envolver várias ciclistas e que deixou desde logo fora de cena uma das grandes favoritas, a italiana Marta Cavalli.

Com 25 quilómetros para o final numa tirada com chegada em Provins, há uma primeira queda que atira uma ciclista para a zona de erva da berma, antes de acontecer uma outra, essa com consequências bem mais graves.

Cavalli foi ao chão ali mesmo no meio da estrada e do pelotão, acabando segundos depois por ser autenticamente atropelada a mais de 50 km/h por Nicole Frain, que procurava naquele momento recuperar tempo depois de também ter sofrido uma queda minutos antes. A australiana não viu o que se passava à sua frente e acabou por atingir a italiana em cheio e com grande violência.

Cavalli ainda tentou prosseguir em prova, mas pouco depois a sua equipa tomou a decisão de dar ali por terminada a aventura por estradas francesas. “Foi um impacto forte, foi duro e não queremos arriscar. Ela hesitou e quis continuar, mas nós dissemos que não. Não queremos arriscar a vida de uma corredora. O ciclismo é uma parte da vida e não a prioridade”, explicou Stephen Delcourt, o diretor desportivo da FDJ – SUEZ – Futuroscope.

Já segue a Desconcertante no Instagram?