Antigo Presidente Pede Desculpas Pelo “Apartheid” Em Vídeo Póstumo

O antigo presidente sul-africano Frederick De Klerk deixou uma mensagem póstuma, divulgada ontem pouco após a sua morte, em que pede “desculpas pela dor e o sofrimento, a indignidade e os danos” causados aos negros, mulatos e indianos.

“Esta é a minha última mensagem dirigida ao povo da África do Sul”, diz Frederick De Klerk no início do vídeo, colocado na página eletrónica da Fundação FW de Klerk pouco após a morte do ex-presidente.

De Klerk, que surge magro e frágil no vídeo, diz que em muitas ocasiões lamentou “a dor e a indignidade” que o regime do ‘apartheid’ provocou nas pessoas de cor na África do Sul.

“Muitos acreditaram em mim, mas outros não”, admitiu.

“Por isso deixem-me hoje, nesta última mensagem, repetir: Eu, sem reservas, peço desculpa pela dor e o sofrimento, e a indignidade e os danos aos negros, mulatos e indianos na África do Sul”, declara o antigo chefe de Estado.

Já segue a Desconcertante no Instagram?